Notícias

Colesterol: alimentos que ajudam a controlar as taxas

Colesterol: alimentos que ajudam a controlar as taxas


Ouvimos muitas coisas sobre o colesterol, mas a verdade é que ele é importante para o funcionamento normal do organismo. Nosso corpo o usa na produção de alguns hormônios, Vitamina D e digestão de alimentos. O grande problema do colesterol é o excesso, pois acelera o processo de entupimento das artérias.

Uma dieta rica em gordura é um dos mais graves fatores de risco, por isso, selecionamos algumas dicas de alimentos que vão ajudar você a controlar o seu colesterol:

Peixes

Eles são excelente fonte de ácido graxo ômega 3, um tipo de gordura boa, do tipo insaturada. Essa gordura ajuda na redução dos níveis de triglicerídeos e colesterol total do sangue, o que reduz o risco de formação de coágulos e torna o sangue mais fluido, portanto, importante aliada na prevenção das doenças cardiovasculares.

Aveia

A aveia diminui as concentrações de colesterol total, lipídios totais e triglicerídeos de forma significativa e aumenta a fração do colesterol HDL(bom).
Ela também retarda o esvaziamento gástrico, promovendo maior saciedade, melhora a circulação, controla a glicemia e inibe a absorção de gordura.

Oleaginosas

Algumas delas, como as nozes e castanhas, apresentam grande quantidade de antioxidantes, que são responsáveis por combater o envelhecimento das células e prevenir doenças coronárias, além de diversos tipos de câncer. Em certas quantidades, apresentam também a arginina, que atua como vasodilatador, contribuindo para a redução do risco de desenvolvimento de doenças do coração.

Azeite

É fonte de ácido oléico, que regula as taxas de colesterol e protege contra doenças cardíacas. Faz bem ao aparelho cardiocirculatório e ajuda a controlar o diabetes do Tipo 2, reduzindo a taxa glicêmica. É também uma grande fonte de antioxidantes, como a vitamina E.

Alcachofra

Suas fibras são resistentes à ação de enzimas e por isso apresentam muitas vantagens, como: diminuição do colesterol e triglicérides; redução do risco de obesidade e diabetes, fatores de risco para a saúde do coração.

Laranja

Os flavonoides, substâncias antioxidantes presentes na fruta, diminuem os níveis de colesterol LDL(ruim) no organismo, pois limitam a absorção do colesterol no intestino.

Vinho

A ingestão moderada da bebida (uma a duas doses por dia) promove elevação de aproximadamente 12% nos níveis de colesterol bom. Isso porque possuem propriedades antioxidantes, vasodilatadoras e anticoagulante plaquetária.

Açaí

Apesar do alto teor de gordura, trata-se em grande parte de gorduras benéficas que auxiliam na melhora do colesterol, contribuindo na prevenção de doenças cardiovasculares. O ideal é consumi-lo sem adição de complementos muito calóricos.

Chá

Os flavonoides, encontrados principalmente no chá verde, funcionam como antioxidantes e ajudam a prevenir a inflamação dos tecidos. Estas substâncias também podem proteger contra a formação de coágulos, que são as principais causas de ataques do coração.

O colesterol consumido é metabolizado por cada organismo de maneira diferente. Isso varia de acordo com o estilo de vida e características genéticas de cada pessoa. Praticar exercícios físicos, manter uma dieta saudável e não fumar, ajudam a evitar o uso de remédios.
Como os sintomas de colesterol alto não são facilmente percebidos, recomenda-se que a partir dos 35 anos se faça exames de sangue anualmente. Com isso, o médico consegue analisar os resultados e definir qual o risco do paciente para doenças cardiovasculares.

Na Granato você pode agendar médicos e exames com facilidade e preços acessíveis para não deixar a sua saúde de lado. Marque agora a sua consulta!