Notícias

Ficar sentado por longas horas aumenta risco de doença cardiovascular

Ficar sentado por longas horas aumenta risco de doença cardiovascular

O sedentarismo é a quarta causa de morte no mundo. Hoje, as pessoas passam, em média, 7,5 horas do dia sentadas.

Ficar sentado a maior parte do tempo aumenta o risco de problemas cardíacos, obesidade, diabetes e até câncer. Além disso, pode causar danos à saúde da coluna e musculatura. Pesquisas sugerem que se a pessoa ficar sentada por muito tempo, mesmo que faça exercícios, também tem risco de doença cardiovascular.

Em 2010, a Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, divulgou na revista Medicine & Science in Sports & Exercise, um estudo observando que o sedentarismo, especificamente o tempo em que um indivíduo fica sentado em frente à televisão e dirigindo um carro, é capaz de elevar em até 64% o risco de morte por doenças cardiovasculares em homens. E não se trata apenas de trabalho. A situação não muda nos momentos de lazer. De acordo com a pesquisa publicada nesta semana, um adulto chega a passar 90% do seu tempo de lazer sentado.

O maior prejudicado é o coração. A inatividade provocada pelo excesso de tempo sentado provoca mudanças prejudiciais nos músculos, aumentando a resistência à insulina e do nível de gordura no sangue, o que pode levar a uma série de problemas cardiovasculares.

Como mudar?

No dia a dia há alguns hábitos que você pode incorporar, pode ser dentro de casa, no trabalho e no lazer. Para começar, é preciso lembrar que não se deve associar atividade física a esforço exagerado. Para manter a saúde, prevenir doenças e deixar o corpo mais forte e vigoroso, o caminho pode ser tão simples que até surpreende.

  • No trabalho levante-se para tomar água algumas vezes. A hidratação é importante também;
  • Caso tenha condições físicas e seja possível, prefira sempre a escada;
  • Caminhe na praia;
  • Faça alongamentos ao longo dia;
  • Dance. Sim. Dance em casa sozinho, se for preciso;
  • Ande de bicicleta.