Notícias

Febre amarela: o que você precisa saber

Febre amarela: o que você precisa saber

O que é?

A febre amarela é uma doença aguda e potencialmente fatal, causada por um vírus transmitido por mosquitos. Nos seus estágios iniciais, pode ser difícil distinguir a febre amarela de outras doenças, e como as possíveis consequências são bem graves, é crucial adotar medidas preventivas para se proteger. Se você acredita que corre o risco de ter a doença, existem formas para minimizar o perigo. O vírus da Febre Amarela pode ser transmitido nas áreas urbanas pelo mosquito Aedes aegypti, – o mesmo mosquito causador da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya – e, nas áreas rurais pelo mosquito Haemagogus. Ou ainda por ferroadas de animais infectados com o vírus. A transmissão de pessoa para pessoa não existe.

Macacos infectados com Febre Amarela transmitem a doença aos humanos? 

 A doença é transmitida apenas pela picada do mosquito que carrega o vírus. Por isso, não há necessidade de exterminar os macacos doentes, que também são vítimas. Para os paulistanos, a confirmação da condição infecciosa nos macacos do parque funcionou como um alerta para antecipar a prevenção da febre amarela antes que chegasse à cidade.

A doença é contagiosa? 

Não. Pessoas não podem passar a doença. A única forma de transmitir a condição é pela picada do mosquito que carrega o vírus.

Prevenção

Como a transmissão urbana da febre amarela só é possível através da picada de mosquitos Aedes aegypti, a prevenção da doença deve ser feita evitando sua disseminação. Os mosquitos criam-se na água e proliferam-se dentro dos domicílios e suas adjacências. Qualquer recipiente como caixas d’água, latas e pneus contendo água limpa são ambientes ideais para que a fêmea do mosquito ponha seus ovos, de onde nascerão larvas que, após desenvolverem-se na água, se tornarão novos mosquitos. Portanto, deve-se evitar o acúmulo de água parada em recipientes destampados. Para eliminar o mosquito adulto, em caso de epidemia de dengue ou febre amarela, deve-se fazer a aplicação de inseticida através do “fumacê”. Além disso, devem ser tomadas medidas de proteção individual, como a vacinação contra a febre amarela, especialmente para aqueles que moram ou vão viajar para áreas com indícios da doença. Outras medidas preventivas são o uso de repelente de insetos, mosquiteiros e roupas que cubram todo o corpo.

Não podem tomar a vacina:

  • Grávidas e mulheres que estão amamentando crianças menores de seis meses.
  • Doentes com câncer que fazem quimioterapia ou radioterapia.
  • Pessoas com alergia a ovos ou derivados.
  • Portadores de HIV ou qualquer doença que atinja o sistema imunológico.
  • Transplantados.

Marque uma consulta com um de nossos especialistas.